O RTO Haarslev possibilita a oxidação termal dos gases e processa os vapores com o mínimo consumo de energia.

As regulamentações ambientais relacionadas à eliminação dos odores e à purificação de água/vapores processados exigem a aplicação de tecnologias integrais para garantir o uso das melhores tecnologias disponíveis para proteger o meio ambiente. A oxidação termal é amplamente aceita pelos órgãos legislativos e foi comprovada como o método mais eficiente de lidar com os odores nas fábricas de transformação, ao mesmo tempo em que reduz o tratamento e as eventuais emissões de água para o esgoto.

APLICAÇÕES

O sistema do oxidador térmico regenerativo é capaz de purificar os efluentes gasosos produzidos pelos pontos de emissão a seguir:

  • Vapores de cozimento dos cozedores e secadoras.
  • Ar processado com contaminantes COV do processo de transformação.
  • Opcionalmente, água residual evaporada da lavagem do chão e de veículos.

As características básicas dessas emissões podem ser resumidas como ar processado que contém compostos orgânicos voláteis (COV).

DESIGN

O sistema RTO consiste em três recipientes preenchidos com material cerâmico que recupera a energia do calor do processo de oxidação.

Uma câmara de combustão que interconecta os três recipientes verticais. É neste local que ocorre o processo de oxidação A unidade completa é isolada internamente pela fibra cerâmica resistente a altas temperaturas. Em cada recipiente há válvulas de controle de fluxo para direcionar o ar contaminado e tratado de um recipiente para o outro.

Um queimador especialmente projetado para o baixo consumo de energia mantém a temperatura da câmara de combustão em, no mínimo, 850° C. Os vapores docozimento e/ou o ar processado são levados para a câmera de combustão por um dos recipientes para possibilitar sua oxidação para componentes menos nocivos e sem odores.

Ao controlar os fluxos de ar não tratado/ tratado em altas temperaturas pelos recipientes até a chaminé, a energia é transferida para a mídia cerâmica para ser aquecida. As válvulas alteram os fluxos de gases para que o ar não tratado que chega passe por um recipiente aquecido e seja pré-aquecido no caminho para a câmera de combustão. Esta transferência de energia contínua é o que torna a unidade RTO eficaz, já que uma grande proporção de energia aquecida no sistema é transferida ou recuperada do ar em cada recipiente pela mídia cerâmica especial.